Dr. Marcelo Wulkan - cirurgia plástica

PLÁSTICA DAS PÁLPEBRAS

Plástica das Pálpebras, Cirurgia de Pálpebras

No decorrer dos anos, é natural que ocorram mudanças na aparência da face e, em especial, nas pálpebras. A região das pálpebras é considerada distinta do resto da face pois contem pele mais fina e delicada. Dessa maneira, as ações da gravidade e do sol podem ser mais marcantes nessa área. Quando os uso de cosméticos já não surte resultados, apenas a plástica de pálpebras (blefaroplastia) pode trazer de volta a jovialidade da região.

PÁLPEBRAS E OLHOS NA RELAÇÃO INTERPESSOAL

O dito popular de que os olhos são "o espelho da alma" é parcialmente verdadeiro. Sabe-se que a aparência dos olhos, pálpebras e supercílios é muito importante na relação interpessoal pois a maneira de como olhamos as pessoas transmite sensações e impressões sobre elas. No entanto, muitas vezes a aparência da região dos olhos e pálpebras não denotam o verdadeiro estado de espírito da pessoa. Podemos citar como exemplo pessoas que precisam da plástica de pálpebras para amenizar o aspecto continuo de cansaço que acaba denotando falsamente sentimentos de tristeza ou desinteresse.

Na relação entre as pessoas, além de um sorriso sincero e linguagem corporal adequada, os olhos exercem grande importância neste contexto.

A plástica das pálpebras visa trazer mais harmonia à região dos olhos e, eventualmente, dos supercílios.

PÁLPEBRAS E IDADE

O avançar dos anos é um dos fatores mais importantes para as alterações observadas nas pálpebras. A pele da região se torna mais fina, flácida e as estruturas profundas podem ficar mais enfraquecidas. O resultado disso pode ser variável, de maneira que pode se manifestar da(s) seguinte(s) maneira(s):
pele da pálpebra superior caída, podendo prejudicar parcialmente o campo visual
bolsas de gordura tendem a ficar mais aparentes canto externo dos olhos podem ficar mais baixos e assimétricos
a estrutura óssea acima dos olhos pode ficar mais evidente, denotando um aspecto de olho encovado.

A plástica das pálpebras pode suavizar os sinais da idade na região. Vale lembrar que devido à hereditariedade, mesmo pessoas jovens que apresentam estes sinais e que sentem incômodo com sua aparência podem se beneficiar com a plástica das pálpebras. Portanto, não existe uma idade ideal para o procedimento, mas sim, a oportunidade ideal.

PLÁSTICA NAS PÁLPEBRAS: HOMENS X MULHERES

Plástica das Pálpebras, Cirurgia de Pálpebras

A abordagem das pálpebras deve ser diferente em homens e mulheres. O cirurgião plástico deve se atentar também ao tipo de fDe maneira geral, a plástica das pálpebras em mulheres tenta trazer mais feminilidade aos olhos. Nos homens, o procedimento mantém aspectos típicos de masculinidade, amenizando apenas o que incomoda. Para isso, é comum fazer medições específicas do olho/pálpebras assim como estudo de proporções da face. Embora a plástica de pálpebra não seja capaz de mudar completamente o formato do olho, algumas diferenças podem ser notadas, preservando sempre a naturalidade de resultados.ace para que o resultado final traga mais harmonia e equilíbrio para o paciente.

PACIENTES DE ORIGEM ASIÁTICA

Pacientes de origem oriental também podem ser submetidos à plástica das pálpebras. O procedimento costuma ser muito apreciado de maneira a criar  um sulco (vinco) na pálpebra superior que se aproximará levemente de uma ocidentalização, sem que se perda traços típicos da raça. Ou seja, o objetivo não é anular completamente os traços orientais em uma pessoa mas sim torná-los ainda mais bonitos e únicos.

RELAÇÃO DAS PÁLPEBRAS X SUPERCILIOS

Uma dúvida comum apresentada pelos pacientes é saber qual a melhor cirurgia: plástica das pálpebras ou dos supercílios (sobrancelhas)?

Apenas a consulta médica com o seu cirurgião plástico de confiança poderá esclarecer esta questão. O exame clínico detalhado é primordial para a análise do caso. Muitas vezes, embora exista uma aparente sobra de pele da pálpebra, a melhor conduta pode ser "levantar" o supercílio. Em outras situações, a plástica das pálpebras pode ser mais adequada isoladamente ou em conjunto com a plástica dos supercílios.

PROCEDIMENTOS COMBINADOS

Os procedimentos combinados à plástica das pálpebras podem ser necessários quando as modificações estéticas ocorrem de maneira global na face. Dessa maneira, para se conseguir resultados mais completos, o candidato à cirurgia pode optar em conjunto com o médico por procedimentos estéticos cirúrgicos ou não. A consulta médica é única e intransferível para que a avaliação seja feita com exatidão.

Para pessoas que apresentam flacidez e queda da pele da face como um todo, em especial na região da mandíbula e pescoço, apenas a cirurgia de face (ritidoplastia ou lifting facial) é capaz de reposicionar as estruturas profundas da face e retiras o excesso de pele. O lifting pode ser realizado no mesmo tempo cirúrgico que a plástica das pálpebras e traz benefícios estéticos notáveis.

Pacientes com modificações moderadas na face e que não desejam o lifting facial, podem optar por procedimentos de preenchimento ou botox.

Uma outra opção é associar o levantamento de supercílios com a plástica das pálpebras. Com muita cautela e senso estético, este procedimento traz beneficios para todo o terço superior da face.

REPECTATIVAS REALISTAS

A plástica das pálpebras, assim como qualquer cirurgia plástica, deve ser usufruída por pacientes que tem expectativas realistas. Cada paciente tem uma maneira diferente de reagir ao procedimento e os resultados variam muito para cada pessoa.

O cirurgião plástico experiente opina sobre o provável resultado, mas é impossível garantir um aspecto final pois isto envolve condições biológicas individuais, cuidados pós operatórios, entre outros fatores. O paciente que se submete à plástica das pálpebras deve esperar grande melhoria de seu aspecto na região operada e também na autoconfiança. Deve saber que as situações no mundo não mudam após a cirurgia e sua vida será exatamente a mesma, com a diferença de que agora terá uma aparência diferente.

NOVIDADES NA PLÁSTICA DAS PÁLPEBRAS

A plástica das pálpebras moderna se difere das técnicas antigas principalmente por ser mais conservadora. Com esta tendência atual, a cirurgia se torna menos agressiva ao paciente de maneira a trazer resultados individualizados mais adequados, assim como o tempo de recuperação fica reduzido e mais agradável.

A abordagem utilizada pelo Dr. Wulkan e outros cirurgiões plásticos preserva aspectos únicos e pessoais do paciente. Antigamente, se retirava o máximo de bolsa gordurosa possível. Esta conduta mudou pois percebemos que manter e redistribuir as bolsas de gordura durante a plástica das pálpebras é fundamental para manter a naturalidade de resultados.

Outra mudança importante é o cuidado extremo para com a região do lado de fora dos olhos. Algumas pessoas têm o aspecto de "olho caído" e o Dr. Wulkan sempre se atenta para corrigir esta situação. Trata-se da plástica do canto dos olhos (cantoplastia/cantopexia) que também é usada rotineiramente para se evitar complicações como retração da pele das pálpebras inferiores. Com isto, muitas intercorrencias e complicações em plástica das pálpebras podem ser evitadas ou minimizadas.

Quando o paciente apresenta apenas excesso de gordura na pálpebra de baixo, o Dr. Wulkan utiliza uma abordagem cirúrgica que não resulta em cicatriz aparente pois a cirurgia é feita pelo lado interno do olho. A cirurgia é completamente indolor pois o paciente é submetido a anestesia e não se utiliza pontos para serem retirados. Tudo isso traz muito conforto e confiança para o candidato que quer fazer a plástica das pálpebras.

O Dr. Wulkan utiliza a "Técnica do Retinaculum" ("The inferior retinacular lateral canthoplasty") com freqüência para tratar o canto dos olhos. Esta técnica, assim como toda a abordagem na plástica das pálpebras, segue a sistemática que aprendeu diretamente com os melhores cirurgiões de pálpebra de Harvard e New York University, instituições reconhecidas internacionalmente por sua excelência no assunto.

PÁLPEBRAS E COLESTEROL ALTO (XANTELASMA)

A xantelasma (ou xanteloma) é uma doença de pele que se manifesta nas pálpebras como pequenas bolsas amareladas e salientes. O tamanho e forma da xantelasma pode variar e existe relação direta com o nível de colesterol do paciente.

A plástica das pálpebras pode remover a xantelasma de maneira cirúrgica com bons resultados. A cicatriz resultante depende da localização da xanteloma.

Sugerimos que o candidato à plástica das pálpebras sempre seja avaliado por um clínico geral de confiança para elucidar a causa do xantelasma pois pode denotar, entre outras razões, insuficiência do fígado (dificuldade para metabolizar lipídios).

A RECUPERAÇÃO DA CIRURGIA

A recuperação da cirurgia depende da complexidade da mesma e de fatores individuais. De maneira geral, o paciente deve ficar em repouso absoluto por pelo menos 2 dias. Aos poucos, conforme se recupera da plástica das pálpebras, poderá retornar lentamente às suas atividades usuais.

A cabeça deverá ser mantida sempre elevada por pelo menos 5-7 dias para ajudar a diminuir o inchaço. Cuidados específicos para cada paciente pode envolver colírios, uso de óculos escuros, chapéus e compressas com solução de soro fisiológico. Deve-se evitar esforços por pelo menos 2 semanas.

É comum ocorrer um leve desconforto nos olhos, lacrimejamento e equimoses (manchas roxas). A tendência é que as manchas sejam reabsorvidas após 1-3 semanas da plástica das pálpebras. Na presença das equimoses, a proteção à exposição solar deve ser rigorosa para se evitar manchas permantes.

Em cirurgias que utilizam pontos externos, a retirada ocorre entre 3 e 7 dias.

É importante que o paciente esclareça todas as duvidas referente à plástica das pálpebras antes do procedimento para que tenha uma recuperação sem surpresas e mais tranqüila.

DICAS DO DR. WULKAN

Quando bem indicada, a plástica das pálpebras realmente resulta em bons resultados.

Tratando-se de um procedimento cirúrgico, sugerimos que o paciente sempre procure o médico capacitado para realizar este procedimento. Acreditamos que os cirurgiões plásticos da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica com experiência nesse tipo de cirurgia são os médicos mais habilitados para realizar a plástica das pálpebras pois treinaram, pelo menos, dois anos de cirurgia geral e 3 anos em cirurgia plástica. Somando-se aos 5 anos de treinamento prévio, o Dr. Wulkan ainda aprendeu técnicas modernas diretamente com mestres da área em Harvard e New York University, entre outras instituições de renome dos EUA. Caso opte por operar com seu oftalmologista de confiança, tenha certeza que o mesmo tenha feito especialização específica em plástica ocular.

Outro fator importante é a segurança do procedimento. Embora não seja consenso, acreditamos que realizar a plástica das pálpebras em ambiente hospitalar seja mais adequado pois fornece mais conforte e segurança ao paciente. Geralmente, a alta hospital é realizada após algumas horas do procedimento.

Por fim, é importante que o paciente não avalies o resultado da cirurgia precocemente pois no começo o inchaço e manchas podem falsear o aspecto final do procedimento. A plástica das pálpebras deve ser apreciada após 3 meses quando a maioria das estruturas da região já estiver recuperada da cirurgia.

Logos das associações que o Dr. Wulkan faz parte
Mapa Al.: Joaquim Eugênio de Lima, N°: 1674, casa 2
CEP: 01403-002 - Jardim Paulista - São Paulo - SP - Brasil
FONE/FAX: 55 11 3885-451 1

Site: www.drwulkan.com.br
E-mail: drwulkan@drwulkan.com.br

 

Dr. Marcelo Wulkan

Copyright © 2009 Dr. Marcelo Wulkan. Todos os direitos Reservados

Otimização: TABAN studio design